Suco de beterraba ajuda na corrida

Se no Brasil o suco verde está em alta nos programas de boa forma, na Europa a estrela é a bebida à base de beterraba. De tanta procura, chega a faltar o vegetal no mercado! Eles têm funções diferentes, é verdade: o verde age como detox e ajuda na perda de peso, enquanto o rosa pode melhorar sua performance nos exercícios. continue lendo

Anúncios

Que exames fazer antes de começar a correr?

ergometrico

Não tenho problemas de saúde e já faço musculação. Preciso me submeter a algum exame específico ou posso começar a correr? Antes de iniciar é importante passar por uma consulta com um cardiologista. Ele fará uma anamnese, ou seja, uma “entrevista” para saber seu histórico de saúde, bem como o de sua família. E provavelmente pedirá exames básicos como hemograma completo, colesterol total e frações e triglicérides, além de um teste ergométrico – também conhecido como teste de esforço, realizado sobre uma esteira em movimento para avaliar a função cardiovascular. continue lendo

Inspiração – Maria Rita

MariaRita3Conheci a Maria Rita há uns seis ou sete anos – primeiro pelo Twitter, depois pessoalmente. Desde o início nos identificamos. Viramos amigas. E a história dela sempre me inspirou – e eu adoro contá-la. Inaugurando a seção “Inspiração” aqui do blog, com vocês, MARIA RITA

continue lendo

As lições da Maratona de Berlin

_Berlin_corrida (15)corFoi minha sétima maratona – uma corrida feliz do primeiro ao último passo. E me deixou lições para todos os momentos, como o atual. Um momento de recomeçar, se reinventar, de acreditar e simplesmente ir… Já havia feito seis maratonas – Porto Alegre, Nova York, Curitiba, Buenos Aires, Rio de Janeiro e Uphill (Serra do Rio do Rastro, SC) – e, seguindo meu objetivo de correr uma prova de 42K por ano, nos primeiros meses de 2014 comecei a pensar em minha nova experiência. Em meu histórico, haviam três maratonas feitas abaixo de 4h20m (um tempo que considero bom, para uma amadora como eu) e três bem acima dessa marca…. continue lendo

… receber incentivos de leitores não tem preço…

revistaMais e-mails de leitores da Contra Relógio comentando meu relato sobre a primeira maratona, em Porto Alegre.

Um foi do José Maioral, de Floripa 

Olá Yara, bom dia!

Já faz algumas semanas que penso em lhe escrever, mas só hoje finalmente coloquei em prática minha intenção.

Só me apresentando rapidamente, meu nome é José Maioral Jr., sou um corredor veterano, cujo ponto mais alto nas corridas, são sem dúvida as maratonas, sendo que já completei 22 desde minha primeira em Blumenau 1989. Neste ano tive ainda a alegria de acompanhar de bike meu filho Rafael Maioral em sua primeira maratona (Floripa) e corremos juntos a de São Paulo. Ainda fiz sozinho a linda Maratona do RJ (recomendo) que só havia corrido em 1992 e 1993.

Sou assinante da revista Contra Relógio desde a número 1 e foi com muito prazer que li seu depoimento sobre sua estréia na distância.

Na verdade é possível destacar outras excelentes matérias que você tem escrito, mas não posso negar que o assunto maratona é o que mais mexe comigo.

Achei tão emocionante seu depoimento que tomei a liberdade de repassá-lo para duas grandes amigas (de corrida e do trabalho) que pretendem passar pela sua experiência no ano que vem em Floripa 2009, cidade que moramos, ainda que eu seja natural de São Paulo, capital. Minhas amigas Caroline e Angela estão nesta semana estreando numa 1/2 maratona aqui da região, iniciando pra valer seus preparativos para o tão sonhado desafio. Percebo que apesar da vontade, elas ainda estão muito preocupadas com a distância e inseguras quanto a real possibilidade de chegar lá. A experiência delas se resume a provas de até 15km e corridas de aventura (em trilhas). Daí seu depoimento ter sido muito importante para dar mais um impulso na busca deste objetivo, neste momento decisivo.

No mais, desejo a você muita sáude, muita disposição para novas conquistas, esportivas, pessoais e profissionais e mais uma vez obrigado por compartilhar sua experiência e com certeza, fazer diferença na vida de tantas pessoas incentivando-as a uma melhor qualidade de vida e autoestima cada vez maior

Abs, José Maioral Jr.

digitaO outro email foi do Joel Leitão, de São Paulo:

Prezada Yara, boa tarde!

Sou leitor e assinante da Contra-Relógio. Acabei de ler o seu relato, sobre a Maratona de Porto Alegre, e tenho que confessar que ele é muito emocionante.

Parabéns pelo feito e por dar tantas dicas importantes. É bom ler as experiências de MARATONISTAS.

Treino sozinho, já corri uma meia (Campinas), tenho como meta uma Maratona no próximo ano, e talvez mais uma meia até o final deste. Seu relato é realmente estimulante.

Com admiração,

Joel – São Paulo

… conheço gente muito legal…

anaMais um e-mail que recebi por conta do meu depoimento na Contra Relógio.

Desta vez veio da Ana Kátia, de Floripa, que apareceu comigo na foto da revista – e aqui brilha sozinha. Eu é que agradeço o carinho, Ana!!!

Bom dia, Yara!

Quero agradecer pela oportunidade de sair na foto da Contra Relógio com você na Maratona de Porto Alegre. Foram muitas piadas e brincadeiras que ocorreram por causa dela e minha alegria era imensa porque eu realmente conheci você e sua ansiedade, vi seu passos e nem me liguei quem você era, mas sim alguém com um sonho e seria realizado ali junto com todos. Tudo que você escreveu eu e todos os corredores de rua de Florianópolis e São Jose compartilhamos.

Parabéns e se cuida para a próxima Maratona.

Aquela era minha segunda, mas realmente vivi como a primeira. 

Sou a Cabeluda, ruiva, n° 1029.

Beijos e apareça um dia em Floripa e levaremos vc a belos caminhos para treinar.

Com carinho

Ana Kátia Alves 

PS: Agora só dou autógrafo na revista com hora marcada hehehehehehe.

… minha alegria inspira muita gente…

emailRecebi um e-mail de um leitor da Contra Relógio, de Salvador (BA), que comentou sobre meu depoimento da Maratona de Porto Alegre, na edição de julho. Fiquei emocionada com o carinho. Muito obrigada, Samuel!

Abaixo reproduzo o texto:

“Não importa o tempo da minha chegada, mas sim o tempo que tenho até a minha partida. Por isso sigo praticando o esporte. E a cada chegada, comemoro a vitória pela conquista de mais um dia”, SMoreira

Yara, tudo bem?

Não sou assinante da CR mas me considero como se assim fosse pois todos os meses compro a revista. Li o seu depoimento sobre sua estréia na maratona e achei muito legal.

Existem diversas situações para fazer com que uma pessoa seja especial. Para mim no esporte, a maratona é uma delas. E é assim que te vejo, como uma pessoa muito especial.

Quando se participa de corridas freqüentemente, as pessoas acabam nos chamando de maratonistas e isso nos faz envaidecidos, pois realmente para nós que não sobrevivemos do esporte, não dependemos financeiramente dele, a maratona é um grande desafio.

Ainda não participei de nenhuma, porém ela está nos meus planos e depoimentos como o seu me dá ainda mais incentivo.

Aqui em Salvador, ainda não temos eventos desta natureza mas em 2009 participarei de uma certamente fora da Bahia e a de POA poderá ser uma delas.

Sou muito disciplinado e procuro nos depoimentos das pessoas que participaram pela primeira vez informações para me auxiliarem.

No final da reportagem aquela frase: “AGORA EU SOU UMA MARATONISTA!!!!!”  Foi o máximo.

Sei que oportunamente poderei dizer a mesma coisa, mas até lá só me resta admirar e reverenciar todas aqueles que conquistaram esta façanha.

Yara, meus parabéns!!!!

Não só seus familiares têm orgulho de você, mas também os leitores da CR.

Um grande abraço.

Samuel Moreira

Salvador – BA

… resgata a minha essência…

blognovo_revistauma

Às vezes troco de lugar e de entrevistadora passo a entrevistada…

Ao lado, um depoimento meu que saiu na revista UMA dois meses atrás.

A corrida tem tudo a ver com minha ‘virada de mesa’.

Eu recomendo!

… correr é poder…

O texto é do Rodolfo Lucena, mas é tudo o que eu gostaria de ter escrito…

PODER INTERIOR

“Já comentei neste espaço, e você também já deve ter lido, visto e ouvido em muitos outros lugares, sobre os benefícios que o exercício em geral e a corrida em particular trazem para todos nós.

Melhora o sistema cardiorrespiratório, a gente fica mais esperto, mais feliz consigo mesmo, manda embora qualquer traço de depressão, dorme melhor, come melhor, ama melhor.

E há outras benesses, não tão faladas, talvez porque possam parecer meio antipáticas. Mas são muito boas.

Correr dá ao cidadão uma enorme sensação de poder. Você começa a aprender mais sobre seu corpo, a entender ou aceitar melhor suas reações, descobre que é capaz de coisas com as quais nunca sonhava e vai à luta.

Você é dono de seu corpo e pode levá-lo daqui para lá, de lá para cá, seguir pela cidade atrás de seu nariz e ocupar a cena urbana.

A cada cidade que visito, a primeira coisa que faço é sair para dar uma corridinha, sem rumo, sem tempo, sem preocupações. Corredor não se perde: vai e volta quando quer, por onde quer.

Também dá para ir caminhando, a passo firme, mas não é a mesma coisa: você fica mais exposto, mais frágil. Correndo, não: você é o senhor das ruas.

Vou ver a cidade, fazer dela minha amiga. Se vejo uma praça ou um parque, trato de correr por lá, de dar uma, duas voltas. Os cachorros não fazem xixi aqui e acolá para delimitar seus domínios? Pois meu eu corredor estabelece em passadas as minhas fronteiras -que são sempre mais para lá.

E, se você acha que esse poder é um pouco bobo, sem graça, dou-lhe outro, filosófico, metafísico: o da introspecção.

Cada vez que alguém sai para uma corrida, por meia horinha que seja, faz de si uma clausura, conquista um tempo e um espaço que não lhe é possível ter em nenhum outro momento.

Fica a sós com seus pensamentos, examina suas decisões, imagina diálogos, sonha com rostos e corpos, calcula ganhos e danos ou simplesmente refresca a cabeça, entregue a nada.

O que importa é que, naquele momento, não há quem venha dar palpite, pedir opinião, ordenar, exigir, implorar, choramingar. Todos -amores, parentes, colegas- vão ter sua voz em algum outro momento. Agora, porém, o corredor é de ninguém.”

… correr e blogar é só começar…

Este mês tem uma matéria minha na revista Contra Relógio, sobre blogs de corredores. Falo como montar um blog e cito alguns blogs de amigos corredores.

Este slideshow necessita de JavaScript.