Dos 8 aos 80K de bike

bike_montagemA bicicleta sempre esteve por perto. Na infância, compartilhava com meus irmãos mais velhos um modelo que mais parecia uma motoca. Aos sete anos, ganhei uma do Papai Noel, só pra mim, vermelha (acho que era uma Berlineta Caloi). À medida que ia crescendo, subia o banco e o guidão até ter de fazer de vez o up grade para um tamanho mais apropriado. Já com 20 e poucos anos – casada e mãe da Fernanda –, não sabia se separava ou comprava uma bicicleta (na verdade o ditado é: “não sei se caso ou compro uma bicicleta”). Mas o fato é que separei e comprei uma bicicleta. E passei a pedalar quase todos os finais de semana até o Parque Ibirapuera, distante cerca de cinco quilômetros de casa. 

bike

Minha Jamis é meu James…

O tempo passou. A vida mudou. Casei, tive mais um filho. A bicicleta e outras paixões ficaram um pouco de lado. Separei de novo. Comecei a correr e a Yara que estava adormecida ressurgiu. Há cinco anos, depois de uma decepção amorosa, ela – a bike – voltou para minha vida. Comprei uma para andar pela rua, como meio de transporte, e vi que amor verdadeiro era o que sentia pela magrela 😉

Não podia gastar muito (acho que paguei uns 800 reais). Então, escolhi uma MTB Jamis, uma marca americana, bem básica (com marchas, mas sem amortecedor) e que me pareceu forte para enfrentar as ruas de SP. E dou os créditos à bike por ter me deixado forte e destemida: foi nesse ano (2010) que bati todos os meus recordes pessoais na corrida: 10K em 49m; 21K em 1h52; 42K em 3h53

Pedalei por uns tempos; parei por outros… Mas no começo desse ano retomei a relação com minha Jamis – que eu batizei de James, como um mordomo, rsrs.

Usava a bike principalmente para pequenos deslocamentos, como ida e volta da academia, totalizando uns 8 quilômetros por dia, cerca de três vezes por semana. Até que minha amiga Claudia Franco me convidou para uma cicloviagem (que vai rolar no final de novembro). Fiquei feliz e com medo diante da proposta. Minha reação foi perguntar: ‘sério, você está mesmo me convidando?’

bike (5a)

Primeiro treino na Ciclovia do Rio Pinheiros, em 4 de setembro de 2015, 20K em 50 minutos

Eu tenho fôlego e bagagem de corredora, mas sei que bicicleta é diferente. Então, desde o início de setembro, além da corrida, passei a treinar com as meninas do Pelotão Ciclofemini, todas às sextas, na Ciclovia do Rio Pinheiros, aumentando a quilometragem e a velocidade. Na primeira vez, coloquei a bike no carro e fui ao encontro do grupo. O treino foi uma rodagem de 20 quilômetros em 50 minutos – e já me achei o máximo. Achei tão, mas tão legal pedalar… Duas semanas depois, ainda me deslocando até a ciclovia de carro, fiz 28 quilômetros em 1h04.

No meu terceiro treino, abandonei o carro e somei os deslocamentos de bike de ida e de volta, totalizando 55 quilômetros. Recorde pessoal em pedalada e felicidade master! 

Daí a Claudia propôs um desafio no nosso grupo do WhatsApp: fazer pedaladas contínuas com mais de 30 quilômetros, por três dias consecutivos, valendo um prêmio. Quem fizesse a maior distância somando os três dias, ganhava. Me animei – não tanto pelo prêmio, mas pela coisa da competição. Queria mostrar para mim mesma que eu era capaz. No primeiro dia pedalei 64 quilômetros – estabelecendo um novo recorde mundial pessoal, rsrs.  

bike (26)

Primeiro dia do Desafio Ciclofemini: 64K

No segundo dia, fiz somente 32 quilômetros – parei porque tinha um compromisso. No terceiro dia, frio e garoa em São Paulo, foram 40 quilômetros – embora eu tivesse gás para mais. Fiquei com o terceiro lugar – a primeira e a segunda colocadas, Marjorie e Ana Paula, estarão comigo na cicloviagem.

bike desafio

Segundo e terceiro dias do desafio: 32 + 40K

Como na viagem faremos pedaladas de até 80 quilômetros por dia, durante três dias, a Claudia sugeriu pelo menos um longo maior que 70 quilômetros – tipo passar mais de quatro horas sentada na bike. Eu tinha de tomar o tal “chá de selim” e, na manhã de 16 de outubro, sai determinada!

De casa até o Parque do Povo foram uns oito quilômetros, que o Strava não marcou e eu acabei deixando pra lá na conta final. Em seguida, rodei 80,8 quilômetros – naquele dia em que o sol estava castigando, tipo mais de 30 graus no lombo. Cansa, mas é bem diferente da corrida. À tarde as pernas ficaram um pouco pesadas, porém não nada incapacitante. Dá para levar vida normal – tanto que no dia seguinte ainda pedalei uns 15 quilômetros como deslocamento e no domingo corri (bem) uma meia-maratona.  

Nos últimos meses fui dos 8 aos 80 quilômetros! E estou orgulhosa de mim, me arriscando em uma nova atividade, aprendendo e crescendo com tudo isso.

Em grupo ou sozinha, pedalar tem sido um desafio e tanto. Em grupo, tenho de me esforçar muuuito para colar nas meninas – adoro minha bike, mas ela é uma “carroça” comparada às speeds. E quase não dá tempo de pensar em nada – penso apenas em fazer força para acompanhar o pelotão. Sozinha, a luta é para não deixar cair o ritmo e não desanimar diante da mesma paisagem da ciclovia (ida e volta são cerca de 15 quilômetros). Sorte que às vezes aparecem umas capivaras – já vi uma família inteira por lá! – para me arrancar um sorriso e me dar mais energia.

bike (34a)

Quero muito melhorar meu pedal e estou me esforçando para isso. Penso muito no dia em que vou fazer menos força e ir mais rápido. Todo mundo diz que a hora que eu pegar uma speed isso vai acontecer. Não sei… Só acredito vendo. Sinto que minhas pernas ainda têm de pegar o jeito da pedalada.

Na viagem vamos usar uma bike mais poderosa – uma Dolce Evo, da Specialized. Devo começar a testá-la nas próximas semanas, para ir me acostumando. Daí eu vou ver a diferença e contar tudo aqui no blog! 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Uma resposta em “Dos 8 aos 80K de bike

  1. Pingback: Nasce uma ciclista | eu corro porque…

p o d e_f a l a r

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s