W21K Asics: uma corrida perfeita!

asics w21k (2)Confesso que no início eu não era muito fã de corridas exclusivamente femininas… Mas mudei de ideia e já faz um bom tempo. Acho bem legal a atenção que as marcas passaram a dar a nós, mulheres, pensando nos mínimos detalhes para que a experiência esportiva seja a melhor. No ano passado, como estava às vésperas da Maratona de Berlin, fui só de torcida na W21 Asics. Mas esse ano participei. Da entrega do kit (na loja da Asics), ao kit em si (com direito à camiseta personalizada na hora e bolsa linda), passando pelo percurso (boa parte plano), pela cobertura (feita por fotógrafas) e as atrações (aula de dança), a ação chamando atenção para a prevenção do câncer de mama e os serviços (massagem, fotos, cabeleireiro) na arena, foi tudo perfeito.

A W21K foi minha quarta meia maratona desse ano – a primeira foi em março, em Lisboa (2h04); a segunda em junho, Mizuno Half Marathon, a #meialoka (1h57); a terceira em agosto, Golden Four Asics (2h00) – e foi uma prova muito feliz.

Como meus treinos estão inconstantes – devido à vida um tanto sem rotina dos últimos meses –, não criei grandes expectativas em relação ao tempo de conclusão. Eu estava alguns dias sem correr e não tinha feito um treino longo se quer. Por outro lado, estava pedalando bastante (na sexta-feira anterior à prova, rodei 90K de bike), o que me deixava um pouco mais segura. Para ajudar, o domingo amanheceu bem friozinho. Achava que se terminasse em 2h10 estaria ótimo!

Larguei tranquila e logo encaixei um ritmo de 5’35” por quilômetro, o que projetava um tempo próximo a duas horas. Mas não dava para cantar vitória logo no começo. Estava correndo bem e relaxada. Segui o tempo todo feliz, encontrando amigas, sorrindo e me emocionando com algumas cenas (como o grupo que se revezava para empurrar a cadeira de rodas de uma criança) – eu estava especialmente emotiva naquele dia.

asics w21k (12)Só comecei a fazer contas mais para o final da prova – e vi que não daria para chegar em menos de duas horas. Mas tudo bem, o que desse para fazer estava bom. Era essa a proposta quando eu larguei. No último quilômetro baixou aquela coisa do “não aguento mais” e veio uma vontade de chorar – agora fiquei com essa mania de chorar em prova, rsrsrs.

Por outro lado, só pensava em chegar e acelerei com as forças que ainda restavam para fechar a W21K em 2:01:51.

Terminei bem, encontrei as amigas e passei o resto do dia bem, com aquele turbilhão de endorfina que invade o corpo da gente e que eu estava sentindo falta. 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

p o d e_f a l a r

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s