Superioga: a ioga dinâmica

Foto Guto Gonçalves / Estúdio13

Foto Guto Gonçalves / Estúdio13

Esqueça o “ownnn” e as posturas que muitas vezes lembram um número de contorcionismo. O Superioga vai fazer você rever seus conceitos a respeito dessa atividade milenar. Criação do educador físico e mestre de ioga Paulo Junqueira, de São Paulo, ela é a sensação da temporada fitness: com asanas (posturas) que se movimentam, detona até 800 calorias por aula – viu que o negócio é sério, né? –, derrete as gorduras e define o corpo, de um jeito para lá de dinâmico, desafiador e motivador.

“Tenho uma relação com o ioga desde os 14 anos e logo comecei a trabalhar com a modalidade, no Brasil e na Índia. Depois, fiz educação física e me interessei pela área fitness. Há alguns anos pensei em uma maneira de unir as duas coisas: minha filosofia de vida e minha experiência como educador físico. Assim foi surgindo o Superioga”, conta Junqueira, que é professor da Bodytech e já introduziu a novidade na academia. Mais adiante, porém, a ideia também é levar a atividade, uma vez por semana (geralmente aos sábados pela manhã), gratuitamente, ao Parque do Ibirapuera. “É uma maneira de agradecer ao universo”.

Ele diz que o ioga por si só já é uma atividade que regula os hormônios e baixa a ansiedade, o que faz com que você tenha até mais cuidado com sua alimentação e emagreça ou se mantenha em forma. “Juntei os benefícios do ioga ao ritmo de uma aula de ginástica com uma pegada atual e inovadora. Trabalhamos o tempo todo com a frequência cardíaca em um nível aeróbio, o que promove alto gasto calórico e queima de gordura”, explica. E a forma com que os exercícios são feitos favorece o ganho de massa muscular. “O que ajuda a aumentar o metabolismo basal e queimar ainda mais calorias nas suas atividades”, completa o especialista.

superioga3

Foto: Guto Gonçalves / Estúdio13

PARA TODOS

Mesmo que você nunca tenha feito ioga, há chances de se dar bem com essa novidade. Até porque o mestre pensou em tudo para contemplar o maior número de pessoas. “São três níveis: iniciantes, intermediários, avançados. Em cada um é possível variar a intensidade dos estímulos. Ou seja, um mesmo movimento para iniciantes poderá ser executado de diferentes formas de acordo com a possibilidade ou necessidade do praticante.”

Se você quer uma aula de localizada, o Superioga tem! Existem combos dentro de cada nível para trabalhos específicos de membros inferiores, membros superiores, abdômen, flexibilidade, aeróbio e anaeróbio.

Foto: Guto Gonçalves / Estúdio13

Foto: Guto Gonçalves / Estúdio13

“Faço corrida, natação, ciclismo e musculação. E não vivo sem o ioga, que pratico há três anos – na academia e em casa, para aperfeiçoar os asanas. É um dos exercícios mais completos que existe. A definição corporal é só uma consequência da prática, mas definitivamente você ganha um corpo forte, rígido e algo que vai muito além dos resultados físicos. O Superioga é tudo isso multiplicado por mil”, atesta a advogada Carolina M. Pirajá, de 30 anos.

Ao longo de suas aulas experimentais, onde colocou à prova a eficiência do método com seus alunos, Paulo Junqueira pode comprovar o quão eficiente ele é no quesito emagrecimento e condicionamento físico. “E o que o diferencia das outras modalidades fitness é o uso da consciência constante durante a prática acentuada pelo uso da respiração iogue, o que faz com que você baixe a ansiedade e tenha uma perda de peso eficiente e duradoura.”

“Achei a proposta do Superioga interessantíssima. Gostei muito do que pude experimentar. Cada aula é única, mas sempre motivadora e desafiadora”, resume a psicoterapeuta Thifanny Subtil Kutkiewicz, 30 anos.

Foto: Guto Gonçalves / Estúdio13

Foto: Guto Gonçalves / Estúdio13

EU TESTEI 

Eu, Yara, corro há 10 anos. E por ser agitada, sempre busquei atividades mais dinâmicas. A ideia que tinha de ioga é que era algo parado demais, que me deixaria mais ansiosa do que já sou. Mas no ano passado, por insistência de amigas praticantes de ioga há anos, comecei a fazer algumas aulas de Vinyasa – que consiste em realizar os asanas e as transições entre asanas ligando as inspirações e expirações respiratórias a um determinado movimento. E gostei. Além de não ser tão parada, me desafiava.

Eu, que sou péssima em alongamento, estava, enfim, começando a me esticar um pouco mais – e os benefícios se refletiam na minha corrida e no meu dia a dia (postura, alinhamento e até abdômen mais definido).

Adorei a ideia da pauta. E, em um sábado pela manhã, fiz uma aula com o Paulo Junqueira no Ibirapuera. A base da Vinyasa me ajudou. Mas tenho certeza de que qualquer pessoa pode acompanhar. Os exercícios são vigorosos e ritmados e, em alguns momentos, parece que estamos fazendo uma coreografia. Usamos a respiração o tempo todo para ajudar a execução das asanas, que ganham movimento. Do fitness, a aula traz saltos, agachamentos, pranchas, flexões… E os mantras tocados durante a atividade são mais rápidos. Ou seja, é um novo ioga, cheio de energia e animação. Dá para sair pingando da aula e muito mais feliz. O corpo bonito e definido, pode apostar, vem com a prática!

Este slideshow necessita de JavaScript.

(Por Yara Achôa – matéria originalmente publicada no site da revista Glamour/2015 e agora editada com atualizações)

Anúncios

p o d e_f a l a r

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s