… fiz um teste de postura na corrida …

IMG_3641Na última quinta-feira fiz um teste de postura na corrida muito legal. Trata-se do F.O.R.M. (Form Optimizer of Running Methodology by Mizuno). Vem ver sobre o que se trata…

O que é o F.O.R.M.?

É um teste que a Mizuno criou, a partir do estudo da relação estatística entre dois bancos de dados da biomecânica de corredores de vários níveis e do conhecimento de pesquisadores e treinadores profissionais de corrida. Com isso, é capaz de encontrar o ponto de maior eficiência do movimento da técnica de corrida e diagnosticar onde a gente está bem e onde pode melhorar em termos de postura – visando melhorar a performance.

Como funciona?

Primeiro a gente responde a um rápido questionário, conduzido por uma fisioterapeuta, indicando possíveis pontos dolorosos no corpo e contando um pouco do nosso histórico de corrida. Sobre as roupas (uma bermuda e uma camiseta de preferência justas e neutras, sem refletivos) são colocados alguns sensores que irão acompanhar os movimentos da corrida, que é feita em uma esteira sem painel e sem barras laterais (o que dá certa insegurança quando o teste inicia). Daí é só correr por alguns minutinhos, na velocidade calculada a partir de algumas das respostas do questionário. Mas você pode pedir para ir mais rápido ou mais devagar. Tem uma câmera te filmando também, com dois profissionais acompanhando tudo por um computador e algumas outras pessoas (entre fisioterapeutas e pesquisadores japoneses) atentas aos seus movimentos e a sua postura.

E quais são os resultados?

A partir do cruzamento de informações e da análise das suas imagens, eles te atribuem uma nota. Antes de começar, o pesquisador disse que a pontuação média dos corredores é 70. Quando bati o olho no meu resultado, vi que minha nota foi 56. E disparei: “Ih, fui mal!” Mas eles explicaram: não tem essa de “fui bem” ou “fui mal”. O que está em questão é a sua postura e onde você manda bem e onde você desperdiça energia na hora de correr. São três folhas com análise e comentários sobre segurança, postura, relaxamento, trajetória, balanço, além de entre outras informações. Também falam sobre sua passada, comparam seus resultados com um “bom exemplo” e indicam exercícios que você pode fazer para melhorar a postura. Mais: usando as informações que você forneceu lá no início e cruzando com seus resultados de técnica de corrida, ainda arriscam um tempo que você pode fazer em uma determinada distância (a que você mais gosta de correr). Para mim, deu que posso fazer uma maratona em 3h53m – aliás, mesmo tempo que foi minha melhor maratona. Será mesmo? Vou ter de correr pra crer J

Quem pode fazer o teste?

Criado pela Mizuno do Japão, essa é a primeira vez que o F.O.R.M. sai de lá para ser feito por outros corredores. Em suas próximas provas, a marca pretende disponibilizar o teste para alguns corredores. Começa na Mizuno Half Marathon em Porto Alegre, no domingo, dia 27. Depois, será a vez dos corredores da Mizuno UpHill, na Serra do Rio do Rastro (SC), em 19 de outubro. No ano que vem, a ideia é levar a mais corredores por todo o Brasil.

Achei legal saber algumas informações a mais sobre minha postura. Não é de uma hora para outra que a gente resolve os problemas, claro. Aliás, conselho do fisioterapeuta Claudio Cotter, que me atendeu no teste. “Mude uma coisa de cada vez”.

Que essas informações me sejam úteis para correr com mais segurança e conforto por muitos e muitos anos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

p o d e_f a l a r

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s